Política G1 - Política

? Lula diz ter exigido que ministério crie projeto para elaboração de ferramenta de Inteligência Artificial brasileira

Presidente incentivou que universidades e outros polos de ciência no país invistam em criação de plataforma própria, em língua portuguesa O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira (11) que cientistas brasileiros precisam "criar vergonha" e desenvolver uma ferramenta de Inteligência Artificial (IA) brasileira.

Por André Miranda

11/06/2024 às 20:01:44 - Atualizado h√°
Foto: G1 - Globo
Presidente incentivou que universidades e outros polos de ciência no país invistam em criação de plataforma própria, em língua portuguesa O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira (11) que cientistas brasileiros precisam "criar vergonha" e desenvolver uma ferramenta de Inteligência Artificial (IA) brasileira. Ele disse que se reuniu com o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e pediu apresentação de um projeto para julho.

O conselho reúne cientistas de todo país e está vinculado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), pasta chefiada pela ministra Luciana Santos.

"Se Inteligência Artificial é tão importante, por que a gente fica esperando para copiar o que os Estados Unidos? Por que a gente fica esperando pra copiar o que o Japão fizer? Por que a gente fica esperando pra fazer o que a Coreia fizer?" declarou o presidente.

Na ocasião, o petista disse ter incentivado os cientistas e pensar em inovações ligadas ao tema.

"Eu desafiei os nossos cientistas: 'vamos criar vergonha'. Vai ter uma Conferência Nacional em julho, e vocês tratem de me apresentar um produto de inteligência artificial em língua portuguesa, criado pelos brasileiros. Porque a gente não vai permitir que nos roubem a criação da Inteligência Artificial, assim como foi roubada a criação avião", seguiu.

Das fronteiras da Inteligência Artificial à TV do futuro

A declaração foi feita durante a Cerimônia de premiação das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), no Rio de Janeiro. Na ocasião, 650 estudantes receberam medalhas de ouro pelo bom desempenho na prova.

No começo do ano, o presidente Lula chegou a afirmar que o Brasil não precisava de Inteligência Artificial, mas seria necessário regularizar o uso da ferramenta.

O uso de IA é um dos temas que o chefe do Planalto pretende levar para reunião do G20, em novembro, no Rio de Janeiro. Esta será a primeira vez que o Brasil preside a cúpula.

O Brasil ocupa a presidência do bloco até novembro de 2024, e tem o poder de conduzir discussões e pautar temas de debate entre representantes das maiores economias do mundo.

Em território nacional, um projeto para regulamentação de IA já foi aprovado na Câmara dos Deputados. A matéria seguiu para aprovação do Senado Federal, e os parlamentares pretendem aprovar a proposta antes de novembro.

Além de outras diretrizes para o uso da ferramenta, o texto prevê a criação de uma estrutura para usar e fiscalizar e monitorar o uso da IA no Brasil. Algumas redes sociais, por exemplo, já iniciaram a implementação de um selo para informar sobre conteúdos criados nesse formato.
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

O Jornal

© 2024 Copyrigth 2023 - O JORNAL, todos os direitos reservados.
Avenida 9 nº 625 - Sala 8 - Centro - Rio Claro - SP

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

O Jornal