Cidades Estado de São Paulo

Governo de SP lança novo portal Infosiga e reforça ações para reduzir morte no trânsito

Governador em exercício Felicio Ramuth apresenta novo Anuário Rodoviário de Acidentes e campanha de mídia De zero a sem em um piscar de olho.

Por Redação

16/05/2024 às 15:16:09 - Atualizado há
Foto: Governo do Estado de São Paulo.

O governador em exercício Felicio Ramuth lançou nesta quinta-feira (16), em evento no Palácio dos Bandeirantes, o novo portal de dados do Sistema de Informações Gerenciais de Sinistros de Trânsito, Infosiga, do Detran-SP. A plataforma traz investimentos em inovação e tecnologia para auxiliar com dados o direcionamento de políticas públicas de segurança viária dos 645 municípios paulistas e reduzir mortes no trânsito.

Na ocasião, foram apresentados também o novo Anuário Rodoviário de Acidentes, que volta a ser editado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), depois de oito anos, e a nova campanha de mídia para conscientização no trânsito paulista. Todas as ações integram o evento Maio Amarelo 2024, Gestão Eficaz e Integrada do Trânsito em Todo o Estado de São Paulo.

"É um privilégio para mim estar aqui neste momento quando nós estamos falando de salvar vidas, e dar mais destaque as ações que ocorrem ao longo de todo o ano. Eu, que já fui secretário municipal de transportes e prefeito da minha cidade, sei como é importante as ações do Governo de Estado no apoio aos municípios e às prefeituras para que a gente, em conjunto, evitar mortes no trânsito", afirmou o governador em exercício.

"O Infosiga é uma ferramenta que dá transparência e acesso irrestrito, para que todos possam acompanhar o que tem acontecido nas nossas rodovias estaduais e nas cidades. Quando se têm dados e informação, se tem assertividade e economia de recursos. Por isso a importância dessa modernização do Infosiga, que precisava estar mais atualizado com a realidade que vivemos", acrescentou Felicio.

Participaram da cerimônia o superintendente do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Sergio Codelo, o presidente do Detran-SP, Eduardo Aggio, além de secretários de estado, representantes de autarquias, instituições entre outras autoridades.

Moderno, intuitivo e eficiente, a nova plataforma Infosiga é resultado de 14 meses de desenvolvimento e investimentos de R$ 9 milhões pelo Governo de São Paulo. O projeto do Detran-SP contou com apoio da Bloomberg para Segurança Viária Global (BIGRS, na sigla em inglês), instituição que já investiu mais de US$ 500 milhões na gestão de dados de segurança viária em todo o mundo. O novo Infosiga está disponível em detran.sp.gov.br/infosiga

"O novo Infosiga é uma das frentes da transformação digital do Detran-SP, voltada a produzir evidências para subsidiar gestores públicos na tomada de decisão no estado e nas cidades, com vistas à redução das mortes no trânsito", afirmou o Diretor-Presidente do Detran-SP, Eduardo Aggio.Anuário Rodoviário de Acidentes

O apoio aos municípios paulistas para reduzir as mortes de trânsito também conta com o novo Anuário Rodoviário de Acidentes, que é publicado pelo DER, vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil). O governo paulista volta a editar o material que traz estatísticas e dados relativos a acidentes registrados na malha viária estadual em 2023 e servirá para orientar a formulação do Plano de Segurança Viária do Estado de São Paulo.

"Foi um trabalho feito pelas equipes do DER e a custo zero. E que ele sirva para ações concretas, e uma delas é o nosso Plano de Segurança, para que a gente consiga dentro do nosso objetivo reduzir em até 50% a quantidade de mortes e vítimas no estado de São Paulo", afirmou o superintendente do DER, Sergio Codelo.

Com o anuário, os gestores municipais vão encontrar um raio-x dos 22 mil quilômetros da malha viária estadual, sendo 13 mil quilômetros estão sob jurisdição do DER, a evolução e perfil da frota atual paulista de 33,3 milhões de veículos, além de toda a estrutura operacional paulista de prestação de serviço 24h aos usuários.

Campanha de comunicação

Para conscientizar os usuários sobre a importância da defesa da vida e da redução das mortes no trânsito, o governo paulista lança também a campanha de mídia "Zero a sem em um piscar de olhos". As peças publicitárias que vão ao ar pela TV, rádio, internet, cinema e mobiliário urbano, vão explorar o conceito "De zero a sem", em que "sem" se refere à perda da vida.

As imagens veiculadas comprovam que direção não combina com distração e que as regras de trânsito precisam ser respeitadas pelos diferentes personagens que trafegam pelas vias urbanas. O slogan que fecha a sequência é "Paz no trânsito começa com você", escolhido em votação popular realizada pelo Ministério do Transporte para todo o mês.

Os pedestres são o alvo principal da campanha educativa, já que são os mais vulneráveis e numerosos no trânsito. Estima-se, a partir de dados do IBGE, que São Paulo conte com 44 milhões de pedestres, 24 milhões de motoristas de carro, 12 milhões de motociclistas e 9 milhões de ciclistas. Caminhoneiros somam 900 mil.

O aumento de 14,5% nos óbitos no trânsito paulista, no primeiro trimestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2023 e em paralelo ao aumento dos sinistros com vítimas não fatais (1,1%), confirma a importância das ações frequentes de conscientização sobre o respeito às leis de trânsito, com vistas à preservação da vida.

Todas as ações do governo paulista integram o Maio Amarelo, que é um movimento em defesa da vida e da redução das mortes no trânsito. Lançado em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU), com apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS), ele é realizado no Brasil desde 2014.

Sistran-SP

Em São Paulo, nas iniciativas para um trânsito mais integrado, organizado e seguro, o Sistran é peça-chave para garantir uma atuação uniforme e coordenada entre os órgãos de trânsito nas esferas federal, estadual e municipal.

O órgão é um colegiado, com distintas entidades em sua composição: Conselho Estadual de Trânsito (Cetran-SP), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP), Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo (DER-SP), Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), diversas Secretarias Estaduais (como a de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística e Desenvolvimento Econômico), Dnit, ANTT, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e os 59 municípios paulistas já integrados ao sistema.

Dentro do escopo de trabalho desenvolvido em linha com a defesa da vida no trânsito, estão inúmeros programas e treinamentos de fiscalização. O objetivo principal é estabelecer padrões operacionais em ações focadas em comportamentos de maior risco: excesso de velocidade, bebida e direção e uso correto de capacete e cinto de segurança.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo
Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

O Jornal

© 2024 Copyrigth 2023 - O JORNAL, todos os direitos reservados.
Avenida 9 nº 625 - Sala 8 - Centro - Rio Claro - SP

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

O Jornal