Política G1 - Política

Jaques Wagner diz a Lula que presidente não deveria ter comparado guerra em Gaza com o holocausto

Senador e líder do governo no Senado relatou que conversou sobre o tema com Lula na segunda-feira.

Por André Miranda

20/02/2024 às 21:34:28 - Atualizado h√°
Senador e líder do governo no Senado relatou que conversou sobre o tema com Lula na segunda-feira. Fala do presidente gerou indignação no governo de Israel, que pediu retratação. O senador e líder do governo no Senado, Jaques Wagner (BA), relatou nesta terça-feira (20) uma conversa que teve com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Wagner disse ao presidente que ele não deveria ter comparado a guerra na Faixa de Gaza com o holocausto.

Wagner é amigo de Lula e um dos aliados mais próximos do presidente. Ele também tem ascendentes judeus.

No fim de semana, em viagem oficial à Etiópia, Lula criticou a ação de Israel e os bombardeios em Gaza.

Ele comparou a ação israelense ao extermínio de milhões de judeus pelos nazistas chefiados por Adolf Hitler no século passado. "O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando o Hitler resolveu matar os judeus", disse Lula.

A fala do presidente gerou forte reação do governo israelense, que pediu para Lula se retratar.

Wagner falou sobre o tema na abertura da sessão do Senado nesta terça.

"Sou amigo do presidente Lula há 45 anos e tive a naturalidade ontem [segunda-feira] de visitá-lo e dizer: 'Não tiro uma palavra do que vossa excelência disse, a não ser o final, que, na minha opinião, não se traz à baila o episódio do holocausto para nenhuma comparação, porque fere sentimentos, inclusive meus, de familiares perdidos naquele episódio'", relatou o senador.
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

O Jornal

© 2024 Copyrigth 2023 - O JORNAL, todos os direitos reservados.
Avenida 9 nº 625 - Sala 8 - Centro - Rio Claro - SP

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

O Jornal